Diário, diário meu...

Diário, diário meu...

Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de março de 2010

Desencontros

Só, procuro-te em meus sonhos
não te encontro,
não te vejo,
onde andas?
onde foste?
em meus devaneios
chamo por ti
em vão,
não me escutas.
por que não me ouves?
por que não me atendes (entendes)?
por quê?
teu nome ecoa na noite
sobrevoa a lua e as estrelas
e volta vazio
o sonoro do teu nome...
por que não te encontro?
foges de mim?
ou também não sabes onde estou?
procurarás por mim, talvez?
seremos duas almas perdidas?
desencontradas?
na noite dos tempos?
que rumos tomamos?
que caminhos buscamos?
corações vagando
solitários
na imensidão do universo!
um dia
depois de tantas voltas
de tantos descaminhos
a procura se encontra
em uma esquina qualquer
da vida
nos encontraremos!
Até que seja
breve!

sexta-feira, 12 de março de 2010

O que é a vida?
Aqui estou, sozinha a me perguntar e a pensar e a questionar e a cansar de tanto pensar...
Continuo só. Eu e meus pensamentos.
Até quando?
Quando vou parar de tanto imaginar, tanto pensar, fundir minha mente?
Quando terei coragem para agir mais e pensar menos?
Talvez, melhor mesmo, seja ir vivendo sem muito pensar ou nem...
Não dá. Não consigo.
Há momentos e situações em que sou muito razão!
Outros, pura emoção!
Que conflito!!!
No fundo, me agito, grito, choro, penso...
O que é a vida?
O que fazer?
Quero a receita!
Existe?
Quem é que tem?
Maldito coração que se sobrepõe à razão!
Por isso, sofro, me deprimo,
devaneio, me perco,
me acho,
me perco,
de novo...
O que é a vida?????